Nossa Equipe

Alunas:

Leilah NogueiraLeilah Nogueira, 25 anos
Formada em turismo pela Universidade Anhembi Morumbi, trabalhei alguns anos na área antes de descobrir que não era aquilo o que eu queria. Mesmo me considerando uma pessoa mais de humanas, resolvi me arriscar na área de TI depois de conversar com alguns amigos que já estavam no mercado. Para minha grande surpresa, descobri que talvez finalmente tivesse acertado o curso, contrariando minha versão adolescente, que achava que eu não me daria bem em uma carreira de tecnologia.
Atualmente, curso o quarto semestre de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e sou estagiária na T-Systems, como Solution Design. Sonho com um estágio em desenvolvimento ou banco de dados, e faço o possível para que o sonho se realize.
Nas horas vagas, sou completamente viciada em livros e séries, que chegam até a roubar um pouco do tempo que deveria ser de estudos. Ainda invento de brincar de aspirante a confeiteira, mas essa é uma outra história
Se pudesse dar uma dica para as garotas que querem trabalhar com Tecnologia da Informação? Não tenham medo de se arriscar, de se reinventar. O mercado de TI sempre terá alta demanda por profissionais competentes, e porque essa pessoa não pode ser você?

Mônica SantosMônica Santos, 22 anos
Sempre gostei muito de matemática, lógica e da área de tecnologia. Prestei vestibular para engenharia da computação e passei para a FURG, mas, não consegui ir pro Rio Grande do Sul, então fiquei em SP para fazer Licenciatura em Matemática no IFSP. Logo no começo já percebi que o curso não era pra mim, e, no caminho da minha casa até o IFSP, tinha a Fatec. Conheci uma garota que fazia curso técnico na ETESP, dei uma pesquisada nos cursos, já decidi prestar o vestibular e passei para Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Fatec-SP!
Estou no quarto semestre, já estagiei por um ano numa empresa de automação comercial na parte de suporte e atualmente estou na Finnet, na área de Qualidade de Software e esperando a tão sonhada vaga em desenvolvimento.
Além de quebrar a cabeça programando, tenho como hobbies: capoeira, muay thai, andar de patins, dançar, cantar, assistir séries, filmes e basicamente, qualquer rolê legal, pode chamar que eu topo hahahaha
No quesito “mulheres em TI” só falta realmente mais mulheres perceberem o quanto a área é legal e possível de estar, mesmo tendo um número muito alto de homens. Fico admirada toda vez que converso com alguma profissional da nossa área, pois juntas estamos conquistando nosso espa

ço!

euIsabela leal, 19 anos

 

 

 

sandySandy Leila Leite, 19 anos

 

 

 

elenElen de Souza, 22 anos

 

 

 

 

 

Marina Rodrigues

Marina Manente Rodrigues, 21 anos

 

 

 

 

Mentoria: Professora Grace Borges

Anúncios